Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2019

A REDENÇÃO DO TEMPO

Imagem
por Delmo Fonseca| Que é, pois, o tempo? Em suas Confissões, Agostinho afirmou: “Se ninguém me pergunta, eu sei; porém, se quero explicá-lo a quem me pergunta, então não sei”. A partir dessa premissa agostiniana, presume-se que a abordagem sobre o tempo envolve uma. complexidade que desafia a razão. Ainda assim, por que precisamos compreender o tempo? No salmo 90.12, Moisés clamou a Deus por esta compreensão: “Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio.” Há uma correlação entre sabedoria e tempo, pois a prática do saber exige tempo. O salmista sabia que somente o Criador do tempo poderia nos ensinar a tirar o melhor proveito possível deste. Oxalá pudéssemos imitar Jonathan Edwards: “Resolvi nunca perder nenhum momento do meu tempo; mas, antes usá-lo da maneira mais proveitosa que eu puder”. Ao tempo podemos atribuir algumas características como incerteza, duração e irreversibilidade. Nada sabemos do porvir, não controlamos sua fugacidade