Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2018

SEU CORPO, SUAS REGRAS

Imagem
por Delmo Fonseca Por que o ser humano é tão refratário às normas morais? Imagine uma associação entre a “fome” e a “vontade de comer”, sendo a fome o “niilismo moral” e a vontade de comer, o “hedonismo contemporâneo”. Niilismo é um termo derivado do latim nihil , que significa “nada”. Nesse caso, para o niilista moral “nada é moral ou imoral”. Para o niilista, um Deus absoluto é impensável, logo dispensável.   Conforme concluiu Ivan Karamazov, personagem do grande Dostoiévski, “se Deus não existe, tudo é permitido”. Já o hedonismo, desde sua concepção moderna, se configura como uma teoria que proclama o prazer como o supremo bem. O hedonista também torce o nariz para as normas morais, pois estas impõem limites à sua excessiva busca pelo prazer. Uns dirão: o que há de errado no prazer? Ora, o erro não está no prazer em si, mas no prazer como finalidade última. E sabe-se que a compulsão pelo prazer tem um nome: vício. Outros dirão: e que mal há no vício? Ora, o vício ger

SEJAMOS SÁBIOS

Imagem

O VALOR DA CRUZ

Imagem

PONTO FINAL

Imagem

GRAÇA SOBRE GRAÇA

Imagem

A LIÇÃO DO DESERTO

Imagem

VERDADE INCONVENIENTE

Imagem

O PROPÓSITO DA TEOLOGIA

Imagem

Sim, sim; não, não.

Imagem

ESCOLHA!

Imagem

O PROPÓSITO DA LEI

Imagem

A IGREJA É BÍBLICA

Imagem
por Delmo Fonseca | Desde o princípio o homem busca o protagonismo, a centralidade da história, tal qual uma mariposa, que ao voar em torno de uma lâmpada, supõe que a luz resplandece para ela, existe em função dela. No Catecismo Maior de Westminster aprendemos que “o fim supremo e principal do homem é glorificar a Deus e gozá-lo para sempre”.   Algumas referências bíblicas corroboram esta verdade: Ap 4.11; Rm 11.36; 1Co 10.31; Sl 73.24-28 e Jo 17.21-24. A insistência do homem em glorificar a si mesmo, ser o fim último de suas próprias ações, apenas atesta que o antropocentrismo se configura como uma teimosia, uma rebeldia contra o Criador. E o homem, que se submete apenas aos ditames de sua natureza, busca se “endeusar” a cada dia. Até nos espaços onde esse fenômeno deveria ser menos provável, a igreja, sua ambição se faz mais acentuada. Uma igreja antropocêntrica em hipótese alguma conseguirá ser uma igreja bíblica. Temos nesse caso uma dicotomia.   Uma igreja ant

A VERDADEIRA TEOLOGIA

Imagem

PENSE NISSO

Imagem

A FUNÇÃO DO EVANGELHO

Imagem

DESCOBRINDO O PODE DA GRAÇA

Imagem
Para muitos a graça consiste em bênçãos somente. Grande equívoco. Embora seja uma grande bênção, a graça repousa sobre o coração quebrantado e arrependido, a fim de que o poder de Deus se aperfeiçoe.  [delmo fonseca]

URGÊNCIA

Imagem

O QUE É MAIS IMPORTANTE?

Imagem

JOIO EM MEIO AO TRIGO

Imagem

A IMPORTÂNCIA DO PRINCÍPIO REGULADOR DO CULTO

Imagem

OS CINCO SOLAS

Imagem
SOLA SCRIPTURA :      A Bíblia é suficiente em tudo que precisamos saber para viver para a glória de Deus e ter vida eterna. A Bíblia será os óculos que nos ajudarão a interpretar os outros saberes.  SOLUS CHRISTUS : Jesus Cristo é o fundamento, o dono, o edificador e o protetor da Igreja (Mt 16.18). Ele é o único Salvador e o único Mediador entre Deus e os homens. Não há salvação fora dele e ninguém pode chegar ao Pai senão por meio dele. SOLA GRATIA: O homem, morto em seus delitos e pecados não pode jamais escolher a Deus por si mesmo. A escolha da graça é soberana e não depende de méritos humanos. A graça de Deus é suficiente para a nossa salvação. SOLA FIDE: A fé em Jesus Cristo é uma graça salvadora pela qual o recebemos e confiamos somente nele para a salvação, como ele nos é oferecido no Evangelho. SOLI DEO GLORIA:      Qual é o fim principal do homem? Ou seja: por que e para que existe o homem?  Glorificar a Deus e gozá-Lo

AI DE VÓS, FARISEUS!

Imagem
Importantíssima reflexão do Pr. Paul Washer.

CHAVE DA PROMESSA

Imagem

CONSTATAÇÃO

Imagem

ATENÇÃO!

Imagem
.

GRAÇA BARATA & GRAÇA PRECIOSA

Imagem

AH, CORAÇÃO ARADO!

Imagem
por Delmo Fonseca | Algumas palavras soam estranhas às novas gerações, assim como tantas outras se apresentam pouco familiares às gerações mais antigas. Embora há quem sustente que palavras sejam apenas palavras, ou seja, signos puramente formais, faz-se necessário lembrar que palavras também podem ser coisas. A palavra ARAÇÃO, por exemplo, é frequente no vocabulário de agricultores que cotidianamente lavram o solo para o recebimento de novas sementes. Aração é o processo de revolver a terra com o propósito de deixa-la pronta para o plantio. Sendo assim, podemos traçar um paralelo com a palavra ORAÇÃO. O ato de orar também consiste nesse processo de revolver as camadas petrificadas do coração, a fim de que a semente, a Palavra de Deus, penetre e finque raízes. Os corações endurecidos são terras não aradas, sem condições de guardar e fazer prosperar as sementes. Corações secos e duros, em muitos casos, tornam-se impermeáveis à Palavra, exigindo assim, mais trabalho, mais

SOBRE O EVANGELHO

Imagem